FANDOM


Tintin-au-pays-des-soviets
Tintim no País dos Sovietes (Tintin au pays des Soviets, no original em francês) é o primeiro álbum de história em quadrinhos da série As aventuras de Tintim, produzida pelo belga Hergé. Originalmente lançado nas páginas de um suplemento juvenil, Le Petit Vingtième, do jornal belga Século XX.

Conforme o documentário Tintin e eu, a idéia de criar um personagem que fosse repórter veio de uma conversa de Hergé com o seu patrão, o abade Norbert Wallez, diretor do jornal direitista católico Século XX (Vingtième Siècle). Esse abade era contrário ao regime comunista, e teria incentivado Hergé à criar a história da viagem à Rússia, na qual os comunistas aparecem como vilões. Depois da guerra, o abade foi preso pelos ingleses por vários anos, acusado de colaborar com o regime nazista.

No livro Le monde d'Hergé, o autor Benoît Peeters conta que Hergé usou como pesquisa para a história o livro Moscou sans voiles, de Joseph Douillet, cônsul russo instalado na Bélgica.

A partir dos anos 30, a história foi retirada de circulação por Hergé, e voltou a ser publicado somente em 1973, transformando-se de imediato num best-seller.

Sinopse Editar

No primeiro livro, publicado entre 1929 e 1930, Tintim vai fazer uma reportagem na Rússia para o jornal Le petit vingtiéme. Vários homens da GPU tentam impedir que Tintim faça a reportagem, para ele não revelar como é a Rússia na realidade. Mas depois de muitas peripécias, Tintim consegue fazer a reportagem e regressar à Bruxelas.

As Aventuras de Tintim

PS | TC | TA | CF | LA | IR | IN | CO | CP | EM | SL | TR | 7B | TS | PO | RL | EL | CG | PM | TT | JC | VS | TP | AA | guia de abreviações

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.